30 de novembro de 2016

32° Bienal de SP: Incerteza Viva

Nesse fim de semana estarei em São Paulo visitando a 32° Bienal de Arte. Nesta edição, o evento tem como tema a "Incerteza Viva" e propõe, através da arte contemporânea, reflexões sobre aquilo que rege nossa existência: o não saber.

Nesse mês eu tenho lido muitos textos sobre o evento e sobre o tema. Nunca parei pra pensar o quanto a Incerteza rege todos os fluxos da vida e o quanto nós não somos satisfeitos quando, com ela, nos deparamos. Um egoísmo só, já que tudo é incerto antes mesmo do nosso despertar e até o fim do nosso dia (ou até a hora do almoço).

Até a certeza é incerta, porque nem tudo é cem por cento garantia de que pode acontecer. E nossa relação com essas diversas possibilidades de ser ou não ser é conturbada, porque a gente prefere estar acomodado e não se arriscar, pela chance de fracassar e ser um insucesso.

Quis contar esse momento pra vocês porque acho que gerará um conteúdo incrível pro blog. Vou mostrar todos os detalhes da viagem pelo meu snapchat e pelas minhas redes sociais. Adicionem!

Beijos, e até semana que vem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário